20/03/2019 Notícia

Tipos de caminhões

total_caminhao_v1_r0.png

Existem diversos tipos e modelos de carros e motos rodando pelas ruas e estradas mundo afora, cada um deles atendendo às necessidades e preferências específicas do proprietário. Com os caminhões a história não é diferente, existindo também diversos tipos com desempenhos específicos para determinados trajetos ou cargas. Logo, acertar na escolha do caminhão é muito importante, tanto para o dono de empresa quanto para o motorista autônomo que quer aumentar o rendimento e evitar desperdícios e desgaste prematuro do veículo.

Para ajudá-lo a gabaritar nessa escolha, vamos te apresentar, a seguir, os diferentes tipos de caminhão do mercado e para o que eles são indicados. Confira:

Caminhão ¾ ou Veículo Urbano de Carga (VUC)

São caminhões de pequeno porte, ótimos para andar na cidade. Para entrar nessa categoria eles precisam ter, no máximo, 6,3 metros de comprimento e apodem ter capacidade de carga de até 3 toneladas*.

Toco ou caminhão Semi-pesado

O Toco é outro caminhão com bom trajeto urbano, ele é bastante usado no transporte de mudanças ou como caçamba (para areia, pedra, terra etc). Ele conta com uma carroceria de 2 eixos, com comprimento máximo de 14 metros, e capacidade de carga de até 6 toneladas*.

Caminhão 6x2 ou Truck

O Truck é o último dos caminhões de trajeto urbano, ele apresenta o mesmo comprimento do Toco (citado acima), mas tem como diferencial um eixo duplo em sua carroceria. Com isso, o veículo ganha mais desempenho e força, podendo carregar cargas de até 14 toneladas*.

Na sequência teremos os chamados cavalos mecânicos, que se diferenciam dos anteriores por oferecer a opção de engate. Com essas características eles conseguem transportar diferentes tipos de cargas em diferentes composições, como tanques, frigoríficos, baús etc.

Cavalo Mecânico Simples ou Caminhão Extra-pesado

Nessa configuração o caminhão possui duas rodas de tração com eixo simples. O peso máximo e o comprimento dele pode variar, dependendo do tipo de carreta ou semirreboque que ele esteja levando.

Cavalo Mecânico Simples + Carreta 2 eixos

O nome já entrega bastante dessa composição, trata-se de um Cavalo Mecânico Simples cujo semirreboque tem 2 eixos cada. Para entrar nessa categoria a composição deve ter, no máximo, 18,15 metros e capacidade de 33 toneladas*.

Cavalo Mecânico Simples + Carreta 3 eixos

Nessa composição também não tem muito segredo. Trata-se, novamente, de um Cavalo Mecânico Simples, mas dessa vez ele vem acompanhado de um semirreboque que tenha 3 eixos cada. O comprimento dele, assim como o seu antecessor, é de 18,15 metros, mas sua capacidade de carga é maior, podendo chegar as 41,5 toneladas*.

Cavalo Mecânico Trucado

Esse modelo tem apenas uma diferença em relação ao Cavalo Mecânico Simples, ele tem eixo duplo seu conjunto! Com isso, ele ganha em potência e aguenta pesos ainda maiores.

Bitrem ou treminhão

O bitrem é um dos titãs do transporte rodoviários. Ele pode aparecer de duas formas: em sua configuração tradicional, com sete eixos e capacidade de 57 toneladas, ou na versão conhecida como bitrenzão, com nove eixos e capacidade de 74 toneladas. Em ambos os casos a composição não pode passar dos 30 metros*.

Rodotrem

O rodotrem é bastante parecido com o bitrem, sendo formado por dois semirreboques em um total de 9 eixos e com a mesma de 74 toneladas. A diferença é a forma como esses reboques são interligados. No caso do bitrem, isso é feito por meio de um engate do tipo B, enquanto que o rodotrem usa um veículo intermediário, denominado Dolly*.

Curiosamente, essa configuração precisa apresentar um trajeto já definido e aprovado via Autorização Especial de Trânsito (AET).

Com isso você já pode realizar a escolha correta do seu caminhão de acordo com o seu tipo de uso. O próximo passo é ficar de olho nas leis de trânsito locais, para saber sobre o acesso desses caminhões em vias locais e planejar melhor a sua viagem e a segurança de todos. De qualquer forma, isso é assunto para outra publicação. Então, até lá, fique de olho no nosso blog para mais novidades!

 

*As definições foram criadas pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito).

 

Quer saber mais sobre caminhões? Talvez você tenha interesse também por estes temas também:

Qual o melhor tipo de óleo para o motor de caminhão

Tipos de pneu de caminhões

 

É o Rafa!

Rafael Carvalho
Especialista técnico Total Lubrificantes

  • Técnico em automobilística
  • Engenheiro Mecânico
  • Pós Graduado em motores de combustão Interna